Património

- Igreja de S. Pedro da Palhaça

A Igreja de S. Pedro é um templo de características modernas.

A sua construção foi iniciada em 18 de Agosto de 1957, com a bênção da primeira pedra na presença do Bispo de Aveiro, D. Domingos da Apresentação Fernandes.
Foi sagrada em 15 de Agosto de 1964, pelo Bispo de Aveiro D. Manuel de Almeida Trindade.

Foi Pároco durante a sua construção, o Padre Manuel Oliveira.

Possui ao centro, na capela-mor, um Cristo Crucificado de grandes dimensões, ladeado por duas imagens. A de S. Pedro, patrono da freguesia, e a de Nossa Senhora, imagens são recentes e de madeira.

Tem uma pintura de 1966, representando o baptismo de Cristo, assinada por Molina Sanchez.

Em 2006 o Conselho Económico promoveu obras de conservação neste templo, dotando-o de melhores condições para a liturgia eucarística e baptismal que ali se celebra.

A nave principal sofreu algumas adaptações tendo, em recantos, dando a ideia de capelas laterais, a capela do Santíssimo, com o Sacrário e o Baptistério, com a Pia Baptismal e uma pintura de grandes dimensões representando o baptismo de Cristo, da autoria de Molina Sanchez.

- Centro Paroquial e Residência Paroquial - Aspectos históricos

“A necessidade de tão vultuoso empreendimento (que reúne a Igreja Nova, a Residência e o Centro Paroquial), justificava-se pelas reduzidas dimensões da Velha Igreja de Vila Nova e pelo deficientíssimo estado de conservação em que se encontrava a, também, velho casa, que servia de residência paroquial.
Deste modo, lançada a ideia e dada a extraordinária adesão de todos os palhacenses, passou-se à concretização da mesma. Estava em marcha o maior empreendimento, já levado a cabo na Palhaça e que viria a custar à freguesia cerca de três mil contos.”
– Horácio Pires, in «Freguesia da Palhaça, Contribuição para a sua Monografia», Publicação do Centro Paroquial da Palhaça, 1977.

O projecto inicial incluía a construção da Nova Igreja, da Residência Paroquial e ainda de um salão, destinado ao serviço paroquial.

Em terreno oferecido por Padre José Belinquete foi possível construir o Centro Paroquial.
O Padre Mário Bacalhau elaborou o esboço que serviria de base ao projecto e a obra inicia-se no ano de 1968. A empreitada da primeira fase da construção foi adjudicada a Manuel Lourenço Carvalho. O Sr. Luís Apolónio encarregou-se dos acabamentos, tendo sido inaugurado a 12 de Setembro de 1971. O Centro Paroquial acolheria actividades de catequese, reuniões de grupos, de pais e outras. Até Dezembro de 1975 foi também espaço da Telescola na Palhaça.

A 1 de Junho de 1978, começou ali a funcionar uma Creche. Actualmente é sede do Jardim-de-infância do Centro Social Paroquial.

Em 2007 foi arranjado o espaço existente em frente ao Centro de Dia, para uso dos utentes. Este espaço foi chamado de Jardim Padre José Martins Belinquete, por ter sido doado por este sacerdote.